Primeiro negócio: por que apostar em franquias de moda

Tempo de leitura: 6 minutos

Colocar o espírito empreendedor em ação e abrir o primeiro negócio é o sonho de muitos. Porém, dar os primeiros passos e investir numa ideia que partiu de você pode parecer algo assustador. Por causa deste sentimento, muitas pessoas acabam deixando os sonhos de lado e nunca se arriscam a colocar os planos que têm em mente para funcionar na prática.

Não estamos falando aqui sobre um investimento não pensado ou feito sem um plano de negócios concreto.  Mas, sem dúvida, é naquela chama interna que temos e que nos diz para empreender e correr atrás dos nossos sonhos é que devemos focar e tomar coragem para começar um novo momento profissional.

Talvez você nunca tenha pensado nisso, mas as franquias de moda são excelentes investimentos para você quem está à procura de um setor interessante para dar início ao primeiro negócio. Há inúmeras razões para confirmar esta afirmação e para que você também tenha esta certeza, de que vale investir na franquia de moda como primeiro negócio, preparamos um post com muitas destas razões.

Por que apostar em franquias de moda como primeiro negócio.

A força da indústria da moda

Antes de você investir num setor, é muito importante que saiba sobre o cenário econômico dele. É fundamental conhecer mais sobre alguns números, dados e informações. No caso da indústria da moda, podemos dizer que os dados são verdadeiras fontes de entusiasmo. Começa pelo fato do Brasil ser o quinto maior produtor têxtil do mundo. Esta indústria representa a segunda maior fonte de empregos do país, sendo mais de 1,5 milhão de empregados diretos e 8 milhões indiretos, alimentando toda a cadeia da moda.  Apesar do cenário de crise  que o Brasil vem vivendo nos últimos tempos, estima-se que as vendas no varejo de moda tenham um aumento de 0,8% em 2016, como informa as projeções do IEMI.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, a ABIT, o Brasil é referência mundial em design de moda e a semana de moda de São Paulo está entre as cinco mais importantes do mundo. Além disso, há cada vez mais profissionais qualificados no mercado. Atualmente o país conta com mais de 100 escolas e faculdades de moda com cursos profissionalizantes, universitários e pós-graduações.

Com números tão positivos e com tanta representatividade para a economia nacional e internacional, fica difícil não querer ser parte de uma indústria com tamanha força.

[[ Fazer quadro com estes dados]]

A moda está na moda

Nem mesmo as top models dos anos 90 poderiam imaginar que a moda teria tanto espaço nos dias de hoje. Fotógrafos, stylists, designers e modelos, ganharam o status de celebridade e chamam a atenção do grande público para este mercado. Sem contar nos inúmeros filmes, documentários, parcerias e eventos que estimulam o mundo da moda e alimentam o imaginário dos consumidores. Consequentemente, os clientes se sentem ainda mais atraídos ao universo das lojas, onde podem acessar e garantir a sua parcela própria deste mundo.

Homens na moda

Foi-se o tempo que falar de moda era um assunto feminino. Os homens têm estado cada vez mais curiosos sobre o tema, além de consumir mais os produtos de moda. Hoje em dia, há inúmeras publicações que se dedicam a falar do universo masculino em todos os aspectos possíveis. Este público passou a frequentar os shoppings e lojas em busca roupas, acessórios e até mesmo produtos de beleza. O preconceito ficou de lado e o que importa é garantir a elegância e estilo. Este movimento é benéfico para o mercado, pois aumentam as vendas e surgem novas chances de explorar uma fatia do mercado que por muito tempo ficou estagnada.

Ritmo frenético

Uma das partes mais interessantes do mercado da moda é o ritmo peculiar que ele tem. Acelerado, incessante e muito dinâmico. Estas três palavras são significado de muito trabalho, mas ao mesmo tempo elas significam a certeza de que nunca haverá monotonia na sua rotina. Investir numa franquia de moda é apostar num mercado que está sempre em busca de novidades, ideias surpreendentes e inovações. Se você tem o espírito jovem, deseja empreender em algo que te dê prazer, sem dúvida, este é o seu mercado.

Há espaço para todos

O mercado da moda trabalha com um fator que é o “desejo de consumo”. Seja qual for a situação econômica, não há quem deixe de sonhar em comprar algo novo. Segundo uma de pesquisa de 2015, feita pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) sobre o impacto da crise econômica no bolso dos brasileiros, 71,9% dos entrevistados disseram que tem a intenção de comprar roupas e calçados, mesmo neste momento considerado menos favorável.

Pensando no resultado da pesquisa, na diversidade de estilos e possibilidades de setores (masculino, feminino, infantil, praia, esporte e etc.) podemos concluir que fazendo um trabalho bem feito, há espaço para todos neste mercado. Sendo esta mais uma razão para investir em uma franquia de moda. Pois com apoio do franqueador, você dará início a um negócio que já existe e que já soma anos de experiência e êxito no mercado.

Franquia de moda: segurança no investimento

Como falamos no início deste conteúdo, abrir o primeiro negócio é um passo muito importante e, por isso mesmo, é algo que pode nos causar uma certa insegurança. Para vencer este medo, você deve contar com o apoio de profissionais gabaritados, que te ajudem a crescer a se firmar no mercado.

Investir numa franquia de moda é a certeza de começar esta nova fase profissional com o suporte de uma equipe que tem conhecimento do setor e é capaz de te dar o suporte necessário. Do período antes de fechar o negócio com a franqueadora e para o resto de sua jornada como empreendedor, você terá sempre um apoio que te dará a segurança necessária.

Portanto, faça uma análise sobre os nichos deste setor que mais combinam com você, pense naquilo que te dará mais ânimo de vender e promover. Lembre-se que como proprietário, você é o maior entusiasta de toda a sua equipe.

Quer investir no seu primeiro negócio de maneira segura? A Carmen Steffens tem um modelo de expansão consagrado em 18 países. 

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *